042-Saudai Jesus

"Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome
que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho
dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse
que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai."
(Filipenses 2:9-11)


Letra : Edward Perronet, 1779
Música: Diadem, James Ellor, 1838
Tradução: H.M.W.

 

SAUDAI JESUS

 

1
Saudai o nome de Jesus!
Arcanjos, vos prostrai;
Arcanjos, vos prostrai;
Ao Filho do eterno Deus,
Com glória, glória,
Glória, glória,
Com glória, coroai!

2
Ó escolhida geração
Do bom eterno Pai,
Do bom eterno Pai;
Ao grande autor da salvação,
Com glória, glória,
Glória, glória,
Com glória, coroai!

3
Ó perdoados, cujo amor
Bem triunfante vai,
Bem triunfante vai,
Ao Deus Varão, Conquistador,
Com glória, glória,
Glória, glória,
Com glória, coroai!

4
Ó raças, tribos e nações,
Ao Rei dos reis honrai!
Ao Fiei dos reis honrai!
A quem quebrou vossos grilhões,
Com glória, glória,
Glória, glória,
Com glória, coroai!

ALL HAIL THE POWER OF JESUS’ NAME

 


1

All hail the power of Jesus’ Name! Let angels prostrate fall;
Bring forth the royal diadem, and crown Him Lord of all.
Bring forth the royal diadem, and crown Him Lord of all.

 

2
Let highborn seraphs tune the lyre, and as they tune it, fall
Before His face Who tunes their choir, and crown Him Lord of all.
Before His face Who tunes their choir, and crown Him Lord of all.

 

3

Crown Him, ye morning stars of light, Who fixed this floating ball;
Now hail the strength of Israel’s might, and crown Him Lord of all.
Now hail the strength of Israel’s might, and crown Him Lord of all.

 

4

Crown Him, ye martyrs of your God, who from His altar call;
Extol the Stem of Jesse’s Rod, and crown Him Lord of all.
Extol the Stem of Jesse’s Rod, and crown Him Lord of all.


5
Ye seed of Israel’s chosen race, ye ransomed from the fall,
Hail Him Who saves you by His grace, and crown Him Lord of all.
Hail Him Who saves you by His grace, and crown Him Lord of all.


6
Hail Him, ye heirs of David’s line, Whom David Lord did call,
The God incarnate, Man divine, and crown Him Lord of all,
The God incarnate, Man divine, and crown Him Lord of all.


7
Sinners, whose love can ne’er forget the wormwood and the gall,
Go spread your trophies at His feet, and crown Him Lord of all.
Go spread your trophies at His feet, and crown Him Lord of all.


8
Let every tribe and every tongue before Him prostrate fall
And shout in universal song the crownèd Lord of all.
And shout in universal song the crownèd Lord of all.


[John Rippon added this verse in 1787]
9
O that, with yonder sacred throng, we at His feet may fall,
Join in the everlasting song, and crown Him Lord of all,
Join in the everlasting song, and crown Him Lord of all!

HISTÓRIA


O que o coro "Aleluia" (do oratório "Messias") é para o corista sacro, o hino "Saudai o Nome de Jesus" é para a congregação. "É preeminentemente o hino da coroação de Cristo, o Rei", conforme Erik Routley, distinto hinólogo, e "reúne toda a história sacra do seu louvor". As quatro estrofes existentes hoje (das oito originais) exortam a todos os arcanjos, escolhidos, perdoados, tribos raças e nações a coroá-lo. Nas outras estrofes originais também as estrelas da manhã, os serafins, os mártires e os herdeiros da linha de Davi foram convocados a entronizá-lo.

Edward Perronet publicou a primeira estrofe deste magnífico hino na Revista do Evangelho, de Toplady (autor de Rocha Eterna), em 1779, e as oito estrofes na mesma revista em 1780. Muitas vezes revisado e alterado, o hino aparece hoje com três das estofes de Perronet e a última estrofe de John Rippon, adicionada em 1787.

Uma das histórias mais dramáticas descrevendo a maneira que Deus tem usado este magnífico hino vem da Índia, contado pelo missionário E. P. Scott:

Na sua missão na Índia, Scott desejava evangelizar certa tribo no interior.  Foi prevenido que não deveria se aproximar desta etnia por ser ela muito feroz. Mesmo assim, na convicção que Deus estava lhe mandando, Scott entrou na região com muita coragem. Quando, por fim, alcançou a região montanhosa, encontrou-se com um grupo destes selvagens. Imediatamente, cercaram-no, apontando as suas lanças para ele com olhares malévolos. Não havia nada nas mãos de Scott além do seu violino. Então, fechando os olhos, começou a tocar e cantar Saudai o Nome de Jesus. Quando terminou, e abriu os seus olhos, esperava ser morto imediatamente. Com suas lanças caídas, [os selvagens] receberam-no primeiro com curiosidade e interesse, e então mais tarde com avidez, enquanto [o missionário] contou-lhes o evangelho, e ganhou as suas almas para Jesus Cristo.