036-O exilado

Letra : Justus Henry Nelson
Música: Stephen Collins Foster

O EXILADO

THE SWANEE RIVER
(Old Folks at Home)

- Letra original -

 

1
Da linda pátria estou bem longe;
Cansado estou;
Eu tenho de Jesus saudade,
Oh, quando é que eu vou?
Passarinhos, belas flores,
Querem m'encantar;
São vãos terrestres esplendores,
Mas contemplo o meu lar.

2
Jesus me deu a Sua promessa;
Me vem buscar;
Meu coração está com pressa,
Eu quero já voar.
Meus pecados foram muitos,
Mui culpado sou;
Porém, Seu sangue põe-me limpo;
Eu para pátria vou.

3
Qual filho de seu lar saudoso,
Eu quero ir;
Qual passarinho para o ninho,
Pra os braços Seus fugir;
É fiel - Sua vinda é certa,
Quando... Eu não sei.
Mas Ele manda estar alerta;
Do exílio voltarei.

4
Sua vinda aguardo eu cantando;
Meu lar no céu;
Seus passos hei de ouvir soando
Além do escuro véu.
Passarinhos, belas flores,
Querem m'encantar;
São vãos terrestres esplendores,
Mas contemplo o meu lar.

 

1

Way down upon the Swanee River,
far, far away.
That's where my heart is turning ever.
That's where the old folks stay.
All up and down the whole creation,
sadly I roam,
Still longing for the old plantation,
and for the old folks at home.

2
All the world is sad and dreary,
everywhere I roam,
Oh! darkeys, how my heart grows weary,
far from the old folks at home.
All 'round the little farm I wandered
when I was young,
Then many happy days I squandered,
many a song I sung.

 

3

When I was playing with my brother
happy was I.
Oh! take me to my kind old mother,
there let me live and die.
All the world is sad and dreary,
everywhere I roam,
Oh! darkeys, how my heart grows weary,
far from the old folks at home.


4
One little hut among the bushes,
one that I love,
Still sadly to my mem'ry rushes,
no matter where I rove.
When will I see the bees a-humming'
all around the comb?
When will I hear the banjo strummin'
down in my good old home?

 

5
All the world is sad and dreary,
everywhere I roam,
Oh, darkeys, how my heart grows weary,
far from the old folks at home.

História

 

Stephen Collins Foster escreveu "Old Folks at Home" em 1851, na cidade de Pittsburgh, estado americano da Pennsylvania. Muitos têm afirmado que esta canção é ofensiva e racista pelo fato de haver sido elaborada com palavras do dialeto utilizado pelos escravos, como se fosse um negro cantando com saudades da sua família que havia sido deixada na velha plantação (de old plantation).

 

Seja como for, todo o texto foi produzido com expressões nostálgicas, passando a impressão de que alguém está longe de casa e separado da sua família.

Apesar das controvérsias, havendo muitos que insistem em afirmar que o texto é racista, a melodia "The Swanee River" (Old folks at home), tal como foi escrita e composta por Stephen C. Foster, com algumas pequenas correções, foi adotada como a canção oficial do estado da Flórida no dia 25 de Maio de 1935.

 

Stephen Collins Foster (04/071826 a 13/01/1864), conhecido como o "pai da música americana", foi um proeminente compositor americano do século XIX. Suas canções, incluindo "Oh! Susanna", "Camptown Races", "My Old Kentucky Home", "Old Black Joe", "Beautiful Dreamer" e "Old Folks at Home" ("Swanee River") permanecem populares mais de 150 anos depois de sua composição.

 

Os metodistas contribuíram para a hinódia brasileira através de missionários como Justus Henry Nelson e Benjamin Nind, que cooperaram com a tradução dos versos em inglês para o português.

 

No caso deste hino "O Exilado", a situação em que se encontrava, longe de casa, em terra estranha, com saudade da família, etc, seria no mínimo razoável que se lembrasse de uma música folclórica como esta. O missionário Justus Henry Nelson fez a adaptação necessária da melodia rural "Old Folks at home", de Stephen Collins Foster para produzir: "Da linda pátria estou mui longe...", tendo sido aproveitada tanto no antigo "Cantor Cristão" (número 484) como no "Salmos e Hinos" (número 592).