Prezado Internauta,

 

Seja bem vindo! A paz do Senhor seja contigo!

 

 

Dentre os vários hinários brasileiros encontramos a Harpa Cristã, hinário oficial das Assembléia de Deus e, largamente utilizado por outras denominações, tanto no Brasil como no exterior.

 

Em sua grande maioria, os hinos da Harpa Cristã procedem de hinários americanos, não obstante encontrarmos, também, hinos que compõem a hinódia escandinava e inglesa, dentre outras origens.

 

Evidentemente, encontramos ainda, hinos que são genuinamente brasileiros. A contribuição do Pastor Paulo Leivas Macalão (P.L.M.) é indiscutível. Seja na composição, autoria, tradução ou adaptação, sua influência na hinódia brasileira é, no mínimo, surpreendente.

 

Infelizmente, foi deixada para trás a noção exata do que é sagrado ou sacro. Consequentemente, hino sacro (ou sagrado), também perdeu seu sentido, mesmo porque, dificilmente encontramos alguém, nos dias de hoje, que saiba o que significa a palavra “hino”. Portanto, hino sagrado foi substituído por “louvor” e, às vezes, por “louvorzão”. Há muito tempo um amigo me disse que “quando não sabemos se a palavra “enxugar” se escreve com “x” ou com “ch”, então empregamos: “secar”. 

 

Pois bem, então como não se sabe o significado de cântico sagrado, então, muda-se para outro nome, que, da mesma forma, continua sem ser compreendido.

 

Um dos tradutores de hinos que encontramos na Harpa Cristã, encontrou uma maneira de definir o que vem a ser “cântico sagrado”:

 

"O cântico sagrado é o pulsar do coração agradecido; é a voz da alma, que se dirige a  Deus; é a melodia do remido, que adora o Redentor; é a mensagem da nova criatura, desejosa de levar  a seus semelhantes o gozo da mesma fé; é o testemunho da experiência feliz, que se exterioriza para engrandecer o nome do Senhor..."

        (Antônio Almeida)

 

O objetivo deste site não é causar polêmica, muito menos gerar debate, seja em que área for. Pretende-se, com este trabalho, explorar da maneira mais imparcial e profunda possível, os vários componentes deste hinário que tem ficado tão esquecido ao longo do tempo. Desta forma, começando pelo título proposto: Harpa Digital, devemos esclarecer  que não é, de forma alguma, uma mudança de nome da Harpa Cristã, mas sim, um formato digital, em termos visuais e de conteúdo, de maneira que facilite a compreensão, amplie o conhecimento e possibilite a navegação de maneira mais leve.

 

Os hinos da Harpa Cristã são encontrados também em outros hinários. Isto se deve ao fato de existir várias traduções de um mesmo hino, efetuado por pessoas diferentes. Cada pessoa tem uma compreensão diferente das coisas. Muitas vezes, o texto de um hino não reflete o conteúdo do texto original porque o tradutor, na verdade achou interessante a melodia, porém, teve inspiração para produzir um texto original. Isso não é raro, muito pelo contrário, é muito comum, não só aqui no Brasil como no exterior. Outras vezes, encontramos texto (poesia) que tem várias melodias diferentes. Portanto, a falta de compreensão deste pequeno detalhe é motivo de debate e polêmica. Quem copiou de quem? Quem traduziu corretamente? Tudo é uma questão de “versão”.

 

A Harpa Digital pretende expor as letras originais juntamente com o texto da Harpa Cristã de forma a permitir a comparação e análise individual. Outro detalhe a ser explorado é a biografia dos integrantes da equipe (autor/compositor/harmonizador/tradutor) que produziu o hino.

 

Finalmente, conclamamos aqueles que tiverem interesse em realmente contribuir para este trabalho, enviar comentários e críticas, além de subsídios consistentes para a edificação, não apenas ataques velados e/ou textos incompletos para, simplesmente alimentar paixões e vaidades particulares. Por favor, diga o que achou deste site, o que precisa ser melhorado e de que forma, o que necessita ser alterado, etc.  Não deixe de ler o comentário do índice.  Se desejar, entre em contato via email.

 

                                                                                         Webmaster